quinta-feira, 19 de abril de 2018

O amor pode não ser tão romantico quanto nos livros.

Estávamos recostados em sua ampla janela do... (sexto andar?) 
  -Se ficar na ponta dos pés e olhar atentamente para a direita, você consegue ver a praia. Disse ele.
Tocava Pearl Jam, enquanto fumavámos alguns cigarros de marca barata. Ele havia consumido drogas horas antes. 
-Vai vir dormir comigo? 
Era o que dizia a mensagem de texto. Preferi acreditar que eu errada, estava ali pelos motivos certos.
Nós transamos. Mas não foi tão bom quanto das outras vezes. Tivemos uma breve conversa sobre futuro, ele dormiu em seguida e, resolvi fumar mais um cigarro.
Aquela noite ainda é bem recente em minhas memórias.
Era cedo quando fui acordada por ele, eu precisava ir embora antes que sua mãe voltasse. Andamos em silêncio até o ponto de onibus que, não demorou muito a passar. Dei-lhe um beijo, nossos labios eram frios.
...Foi a ultima vez que nos vimos.

4 comentários:

  1. Nossa, que romântico, me lembrou aqueles textos do Tumblr, só achei o final um pouco triste, mas a vida é assim, também já tive momentos com pessoas que nunca mais vi, mas que ainda estão guardados em meu coração, pois momentos bons a gente deve guardar mesmo, né, irmã de outros pais!? Amei a imagem também, tudo bem Tumblr, por aqui! 😍 Está música do vídeo no final da publicação não me é estranha, sinto que já ouvi ela em algum lugar, me parece aqueles rocks antigos que ficaram como mais tocados em algum momento. 🎶

    💋✨

    ResponderExcluir
  2. "Que todo grande amor só é bem grande se for triste."
    Ultimamente conclui que todo mundo tem pelo menos uma história de amor para contar, em grande ou pequenas proporções, que se fodeu no final da história. Definitivamente, amor não é como nos livros.. Mas também se fosse, qual seria a graça?
    Obs: entendo bem esse "Preferi acreditar que eu errada, estava ali pelos motivos certos." - é aquela situação em que sabemos que não deveríamos ir/fazer algo mas fazemos mesmo assim e acho bem válido! Antes me arrepender de fazer algo do que de não fazer.
    Beijos, Queen B.

    ResponderExcluir
  3. O amor não é tão romântico como nos filmes assim como o sexo não é tão parecido com filmes adultos. Ambos exageram.

    Essa é sua própria história realista, eu amo ler cada sílaba dela. Você é escritora e personagem.... Isso é o máximo. Então capriche.

    ResponderExcluir
  4. O pior da realidade do amor é que o encontro dos dois mundos nunca se encaixa perfeitamente. E se achar que sim, logo percebe que foi só uma breve ilusão. Ah, o amor, que droga violenta é o amor...

    ResponderExcluir