quinta-feira, 10 de maio de 2018

...Nos episódios anteriores de: Mulher fodida.

...Meus olhos estavam vidrados em algumas cartelas de rémedio. Em um outro momento me peguei prendendo uma corda a uma viga de madeira.
Eu sinceramente não quero continuar aqui. Ainda tento respirar sob os efeitos do medo e terror psicológico. Mal consigo formular frases coerentes.
Um homem tentou me matar movido por um ciúme que ele não deveria ter.
Um outro me deu carinho e uma atenção que eu não merecia por dias.
Tive um sangramento e fortes dores. No hospital me disseram que eu poderia estar provavelmente perdendo um bebe até o momento desconhecido e indesejado -assim como o pai.
Afora isso, algumas sutis ameaças de expulsão de casa e de uma morte planejada.
Minha mente agora se conscentra apenas em um desejo triste e egoísta, que me ronda desde os oito ou nove anos de idade.
É como disse uma amiga: A pior coisa é obrigar uma pessoa a viver uma vida infeliz pelo simples medo de vê-la partir -eu acho que foi o que ela disse, não lembro ao certo as palavras usadas na ocasião.


baseado em fatos reais.

3 comentários:

  1. Essa amiga que disse isso fui eu?
    Ah amiga, queria estar perto de voce nesse momento que está passando.

    Se vir essa mensagem hoje, por favor responda meu e-mail.

    ResponderExcluir
  2. Q porra cara!!! Q porra!
    To a disposição se quiser conversar, mas por favor, converse com alguém!
    Não sei se foi só drama ou fatos neste texto, mas vc sabe que eu te amo num teatro ou jornal!

    ResponderExcluir
  3. MEU DEUS MADRINHA
    Por isso você estava sumida. Por favor entre em contato, urgentemente:
    dicasanasemiassempre@gmail.com

    Se cuida, por favor.


    Beijos

    ResponderExcluir